Redução de Custos

 

 

 

Muitas empresas estão enfrentando dificuldades para honrar seus compromissos. É fundamental alinhar as Receitas e Despesas da sua empresa para que assim a “BOLA DE NEVE” não cresça e inviabilize seu negocio. Analisando alguns pontos importantes me deparei com algumas dicas de redução de custo.

Um grande pensador da área de Administração, Poter, abordou que é necessário para as empresas possuírem uma estratégia competitiva do negocio. Na imagem abaixo podemos analisar as estratégias.

 

estratégias de porter

No nosso estudo analisamos a estratégia de custos.

Sua empresa pode oficializar um programa para redução de custo afim de melhor a viabilidade financeira do negócio.

Algumas medidas podem ser feitas:

1. Buscar sugestões dos empregados

O funcionário pode lhe oferecer grandes ideias para melhorar a produtividade da empresa e reduzindo custos. As melhores ideias surgem dos funcionários. Ideias como por exemplo, redução de consumo de água, energia elétrica, material de escritório e etc. Pode ser implantado com ou sem um sistema de premiação para as sugestões acolhidas.

2. Renegociar  contratos

Esta medida baseia-se na utilização do poder de barganha de que dispõe o contratante. Quando bem conduzida, a renegociação de contratos pode trazer significativas reduções de custo.

3. Eliminar o custo financeiro das compras faturadas.

A concessão de prazo de pagamento aos clientes é uma prática universal, mas tem um custo financeiro embutido. Para eliminar esse custo, a organização compradora deve optar pelo pagamento à vista mediante a obtenção de um desconto no preço de compra. A taxa de desconto  deve ser maior do que a taxa de juros das aplicações financeiras de renda fixa da  compradora ou menor do que seu custo médio de captação.

4. Reduzir  despesas financeiras

 A forma mais eficiente de redução de despesas financeiras é a diminuição do estoque da dívida, o que obviamente só pode ser feito quando há suficiente geração de caixa.  A substituição de dívidas mais caras (geralmente contratadas há mais tempo)  por outras mais baratas é também uma forma de redução das despesas financeiras.

5. Aumentar o giro dos estoques

Vender mais rápido reduz a necessidade de capital de giro que por sua vez diminui os custos do financiamento do mesmo. Caso a empresa financie o capital de giro com recursos próprios, o aumento do giro dos estoques resultará em maior sobra de recursos financeiros para investimento no mercado financeiro ou na atividade fim.

6. Mudar o regime de tributação

Quando a empresa pode escolher o regime de tributação, a mudança do mesmo pode trazer economia fiscal. O caso mais comum é quando uma empresa tributada pelo sistema de lucro presumido sofre uma queda acentuada em sua rentabilidade. A troca para o regime de tributação pelo lucro real poderá propiciar  redução do imposto de renda e contribuição social para as empresas e, em alguns casos, também  poderá trazer redução na COFINS e no PIS.  A mudança requer criterioso  planejamento do resultado da empresa no ano para que possa ser estimado o valor da economia fiscal, considerando todos os tributos envolvidos.

7. Comprar com base no  lote econômico de compra

Os modelos de lote econômico de compra visam determinar a quantidade de compra que conduz ao menor custo total de posse do estoque.  Os modelos incluem variáveis como custo do dinheiro imobilizado em estoques, custo da elaboração de um pedido de compra etc. É um clássico processo de otimização – minimização do custo total de estocagem.

8. Explorar as vantagens dos contratos de compra

Para alguns produtos ou serviços, a chamada compra “spot” – compra avulsa – é antieconômica. Este princípio vale para serviços e produtos e pode ser adicionado  ao modelo do lote econômico de compra.

9. Usar materiais alternativos

Esta medida é um dos pilares da Análise de Valor,   o método de redução de custos mais aclamado em todo o mundo, há mais setenta anos.  O princípio básico dessa medida é substituir um material em uso por outro de menor custo, mas que desempenhe a mesma função (valor) que o atual.

10. Eliminar desperdícios

Esta é   a mais conhecida medida para redução de custos. Deve ser usada com rigor porque nem sempre os desperdícios são facilmente identificáveis. Alguns desperdícios críticos, como as perdas de material na etapa de corte dos mesmos (chapa, tecido, couro, papel etc.,)  requerem o emprego de software especializado.

11. Aumentar a produtividade dos recursos humanos e físicos 

O princípio básico dessa medida  é a redução dos custos unitários. Assim, para um mesmo valor de gastos, busca-se obter um maior número de unidades de produtos ou serviços, reduzindo-se, assim, o respectivo custo unitário. Na essência, a medida busca eliminar a ociosidade dos recursos disponíveis.

12. Otimizar a rota de entrega

Para as organizações que incorrem em custo logístico, a otimização da rota de entrega, quando uma mesma viagem destina-se a atender a várias entregas ou coletas (venda ou compra), gera  redução do custo   de transporte. A filosofia básica  da medida é identificar a rota mais curta que atenda a todos os pontos de entrega ou coleta, o que minimiza  o custo de transporte.

13. Fazer a  substituição ótima de equipamentos

 As máquinas e equipamentos têm  uma vida econômica que é o número de anos ideal  para que valha a pena mantê-los em operação. Este procedimento significa trocar equipamentos na época certa,  nem muito cedo nem muito tarde. Isto acontece quando o crescente  custo operacional do equipamento (manutenção e outros) se iguala ao custo do capital investido no equipamento.

14. Implementar  parcerias estratégicas

 Parcerias ou associações estratégicas podem ser adotadas de modo a ganhar escala nas atividades de venda ou compra sem alterar o porte da empresa. O efeito será a redução de custos de compra, publicidade, serviços de apoio, etc.

 15. Terceirizar atividades

 Algumas atividades como transporte, limpeza, cópias, alimentação –  para citar apenas algumas –  podem ter seu custo reduzido caso sejam terceirizadas. Não há regra geral, cada caso requer uma análise específica e acurada.

 16. Mudar a localização da empresa ou unidade operacional

 Custos   logísticos, de  pessoal, tributários e outros podem ser reduzidos com a  mudança da localização da empresa ou de unidades operacionais. Esta é a medida de maior envergadura para redução de custos já que requer rigoroso planejamento e realização de investimentos significativos.

 

Essas dicas estão disponíveis no site http://www.ief.com.br/redcusto.htm

 

Quer reduzir custos na sua empresa?

Entre em contato conosco!

Décio Pessoa

Deixe um comentário

× Gostou dos Nossos Materiais? Como posso te ajudar?