Empreendedorismo social: saiba mais sobre essa prática que muda realidades

O ramo do empreendedorismo é amplo, isso todos sabem. Para se ter uma ideia, somente no ano de 2020 foram abertas 2 milhões de empresas no Brasil. Mas dentro desse mundo corporativo está presente um modo de empreendedorismo que vem ganhando espaço, o empreendedorismo social. 

Voltado para causas sociais, o empreendedorismo social não possui o lucro como motivação, mas sim a mudança que pode realizar na sociedade.

 

A seguir falaremos um pouco mais sobre essa modalidade de empreendedorismo e como ela está mudando a realidade de muitas pessoas ao redor do mundo.

O que é empreendedorismo social?

O empreendedorismo social busca construir uma modalidade de negócio que impacte a sociedade, promovendo melhorias através das suas ações. Essas empresas são criadas da mesma forma que as tradicionais do mercado, mas com uma diferença primordial, o lucro não é o foco.

Por exemplo, enquanto o foco de algumas empresas é vender produtos ou serviços visando o lucro, os empreendedores sociais vendem esses produtos ou serviços buscando uma maneira de ajudar a sociedade, seja através de projetos voltados para educação, artes ou esportes. Sendo assim, para essas empresas o mais importante é causar um impacto positivo na sociedade, realizando ações pertinentes para os mais necessitados.

Outro modo de arrecadar fundos são as doações realizadas por outras empresas ou pela sociedade em geral.

Mas é importante ressaltar um ponto, o empreendedorismo social é diferente das ações de responsabilidade social realizadas pelas empresas.

Essas ações são realizadas de maneira pontual, por exemplo com a distribuição de cestas básicas para comunidades em situação de vulnerabilidade ou a distribuição de brinquedos para crianças. Já o que é feito pelo empreendedorismo social é continuo, com um impacto mais profundo na sociedade em que está inserido.

Qual o impacto do empreendedorismo social?

Criado como uma maneira de suprir as necessidades sociais, as quais o Estado não abrange, os empreendedores sociais buscam auxiliar os mais vulneráveis. Sendo assim, essas empresas focam no seu papel social, realizando ações como: capacitação profissional, tratamento de saúde, preservação do meio ambiente entre outras mais.

Dessa forma, o planejamento dessas empresas surge de uma necessidade local, sendo ela municipal ou nacional, buscando uma maneira de conseguir gerar renda para conseguir se manter ativa, mas sem o foco no lucro, e assim colocando em prática o seu planejamento.

 

Outro ponto interessante dessas empresas é a capacidade de mudar vidas também dos seus funcionários, já que boa parte dos que trabalham nessa área buscam uma realização do seu propósito de vida alinhado com uma carreira profissional.

Exemplos de empresas que praticam o empreendedorismo social

Ficou interessado e quer saber mais sobre essas empresas e as causas que lutam?

Listamos abaixo algumas para você conhecer um pouco mais sobre.

O Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer é uma instituição sem fins lucrativos, criada em 1991, e tem como objetivo auxiliar crianças e adolescentes na luta contra o câncer, proporcionando todo o tratamento de forma gratuita.

Criada a partir de uma invenção do mecânico brasileiro Alfredo Moser, o Litro de Luz leva iluminação solar a lugares em que a energia elétrica não existe. No site da instituição é possível conhecer mais sobre os projetos e as formas utilizadas para levar iluminação a essas localidades.

Os rifles AK-47 são os rastros de uma guerra civil sem fim na África. Por esse motivo, uma empresa surgiu com uma ideia para utilizar esses armamentos em uma função completamente diferente, os transformando em joias. Surgiu assim a Fonderie 47, uma empresa que utiliza rifles, antigos ou não, na criação de joias e utilizando o dinheiro ganho com as vendas em projetos sociais em diversas localidades na África.

O instituto Legado utiliza a educação como principal meio de potencializar o empreendedorismo social. Foi pensando nessa necessidade de tornar empresas mais responsáveis socialmente, criaram o MBA em Gestão de Negócios de Impacto Social, ondem ensinam os métodos necessários para realizar, de forma positiva, um negócio com impacto socioambiental.

As empresas possuem a capacidade de modificar o seu redor, por isso é necessário que realizem ações que vão além das pontuais. Sendo assim, é importante que você como empreendedor conheça mais sobre o ambiente em que está inserido, realizando ações que conseguirão impactar de forma positiva o seu bairro ou a sua cidade.

Conhece alguma empresa que realiza trabalhos sociais ou ficou motivado a introduzir esse pensamento na sua? Deixe um comentário.

Deixe um comentário

× Gostou dos Nossos Materiais? Como posso te ajudar?