Gestão Financeira: O que é e dicas de como fazer de forma efetiva

A gestão financeira é uma parte estratégica da empresa e deve ser feita corretamente para garantir a saúde do seu negócio.

A boa notícia é que por meio da evolução tecnológica muitos processos se tornaram mais simples e práticos, desde o controle de fluxo de caixa até fazer conta digital para sua empresa.

Neste artigo, você vai compreender tudo sobre o assunto, desde a importância desse tipo de gestão até as melhores dicas para fazê-la de forma mais efetiva. Acompanhe!

O que é Gestão Financeira?

Gestão financeira é o conjunto de ações que envolve o controle, acompanhamento e planejamento das finanças de uma empresa.

Seu principal objetivo é maximizar os lucros das atividades, mas é responsável por guiar decisões que envolvam finanças, ajudar a cortar gastos desnecessários, planejar metas e acompanhar resultados.

Qual é a importância da Gestão Financeira para as empresas?

Qualquer empresa que deseja crescer e até mesmo continuar no mercado precisa realizar uma boa gestão financeira.

Somente desta forma é possível garantir que os recursos financeiros serão utilizados com eficiência para:

  • cuidar do patrimônio empresarial;
  • honrar compromissos financeiros;
  • investir na melhor momento para o crescimento da empresa;
  • buscar alternativas para aumentar a receita;
  • manter qualidade dos produtos ou serviços.

Principais funções da Gestão Financeira

Como vimos, a gestão financeira é essencial para a saúde de uma empresa. Além disso, ela possui três principais funções. Veja:

#1 Controle do Fluxo de Caixa

Consiste em acompanhar todas as movimentações financeiras feitas pela empresa: receitas (tudo o que entra), despesas (tudo o que sai) e investimentos.

Ao realizar esse controle e análise, é possível identificar para onde está indo o dinheiro da empresa, descobrir como reduzir despesas e custos e definir estratégias para potencializar os lucros.

#2 Controle das Contas a Pagar e a Receber

Como o próprio nome sugere, trata-se do acompanhamento dos compromissos financeiros da empresa (pagamentos e recebimentos) para cumprir prazos.

Entram nesse controle, por exemplo, os pagamentos a colaboradores, fornecedores e contas de energia elétrica, além dos recebimentos de vendas de produtos ou serviços.

#3 Planejamento Financeiro

Por meio das informações obtidas no controle de fluxo de caixa é possível traçar estratégias para garantir a melhor utilização dos recursos. Para isso, há um processo que deve ser seguidos:

  1. análise da situação financeira atual;
  2. criação de objetivos;
  3. planejamento para alcançar os objetivos traçados;
  4. acompanhamento das ações para verificar o que trouxe resultados.

4 Dicas para realizar uma boa gestão financeira

Para que a gestão financeira da sua empresa seja ainda mais eficiente, separamos algumas dicas. Confira:

#1 Acompanhamento diário do fluxo de caixa

O descontrole das finanças e a perda de informações são os principais vilões de um mau gerenciamento financeiro.

Por isso, o ideal é que o acompanhamento do fluxo de caixa seja diário, para que nenhuma entrada ou saída de valor não seja devidamente anotada.

#2 Separe os gastos da empresa dos gastos pessoais

Em empresas de micro e pequeno porte, muitas vezes, os empreendedores acabam misturando contas pessoais com as empresariais. Esse erro pode comprometer a gestão dos recursos financeiros do seu negócio.

Para evitar que isso aconteça, é importante definir seu pró-labore (salário de dono/sócio pelo trabalho executado) e possuir duas contas distintas, a de pessoa física e jurídica.

Inclusive, o mesmo se aplica a cartão de crédito, vale criar um cartão corporativo para o seu negócio.

#3 Automatize os processos

O uso da tecnologia é um grande aliado da organização. Por isso, use softwares para automatizar os processos de gestão financeira.

Eles concentram todas informações em um único lugar para facilitar consultas, evitam erros humanos e ainda geram relatórios em minutos.

#4 Separe parte do lucro para investimentos

Destinar uma parte do lucro para investir no crescimento ou em melhorias para a empresa é uma boa estratégia para sair na frente dos seus concorrentes. Além disso, também é uma solução para evitar empréstimos em momentos de crise. 

Conclusão

A gestão financeira é indispensável para otimizar os recursos de uma empresa e traçar estratégias para aumentar o lucro. 

Ao colocar algumas dicas em práticas, é possível tornar esse processo ainda mais eficiente para acelerar os resultados do seu negócio.

Texto por: Paula Moraes

Deixe um comentário

× Gostou dos Nossos Materiais? Como posso te ajudar?